ATENÇÃO Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.

Acesso myCasaYES
Introduza os seus dados de acesso
entrar Acesso Negado!
» Recuperar password
Recuperar Password
Introduza o seu e-mail de acesso
  • »
  • »
  • »
  • »
  • »
sessão de comparação:
» Nova sessão
título da sessão: » Sessão existente
adicionar
Por favor preencha os campos obrigatórios
Registe-se no myCasaYES
Vantagens de ser um utilizador registado:
  • » Possibilidade de criar multiplas sessões de comparação em paralelo
  • » Possibilidade de adicionar imóveis a diferentes sessões de comparação já existentes
  • » Possibilidade de editar/customizar sessões de comparação
  • » Outras vantagens
  • » Registar / Entrar
Acompanhe-nos YouTube Vimeo

Localização:

Clique no mapa ou escreva o distrito, o concelho e/ou a freguesia
ToBuy Fields
ToRent Fields
ToVacationRent Fields
ToOtherBusiness Fields
menos opções
PT EN ES

Notícias

Lista das últimas novidades imobiliárias

Como se reabilita um apartamento com criatividade

Como se reabilita um apartamento com criatividade

07/12/2016

Fonte: http://www.diarioimobiliario.pt/

O arquitecto Tiago do Vale chama-lhe uma reabilitação gráfica junto ao mar, neste projecto onde transformou um pequeno apartamento em Caminha num espaço cheio de criatividade.

Construído nos anos 80 do século passado e reflectindo tanto nas suas infraestruturas como na sua organização o peso da passagem do tempo, este apartamento necessitava já de um número de intervenções importantes. A estratégia adoptada pela equipa do Tiago do Vale Arquitectos para esta reabilitação passou por tirar o máximo partido das potencialidades da construção, trazendo a experiência de a ocupar para padrões mais contemporâneos.
"Apenas 40 m2 de superfície, uma escolha de materiais menos criteriosa, 30 anos de uso intenso e uma compartimentação pouco qualificada - mas própria do seu tempo - resultaram num pequeno apartamento junto ao mar que não era especialmente convidativo", lê-se na memória descritiva.
O arquitecto revela que o requisito do cliente era fazer uma actualização funcional e infraestrutural da construção a baixo custo, mas mantendo a sua organização original (com um quarto independente). "O ponto de partida da intervenção foi o de maximizar a percepção da luz e do espaço no apartamento, recorrendo a uma abordagem mínima e à repetição da cor branca", explica.
No entanto, a peça central do projecto é um volume azul que resolve simultaneamente as portas do apartamento e o desenho da cozinha, num gesto integral que traz cor e, sobretudo, uma expressão lúdica a todo o apartamento. Com cabides integrados para os acessórios de praia, este painel cerúleo traz o verão para o interior da habitação.
"Metade da parede entre o espaço de dormir e a sala foi transformada num grande painel de correr, mantendo em simultâneo a localização da porta original do quarto. Esta solução permite tanto uma experiência de open space -que serve particularmente bem a área diminuta do apartamento- como uma experiência mais convencional, de acordo com a discrição do cliente.
Embora com detalhes claramente contemporâneos, houve uma vontade de manter superfícies texturadas e pormenores capazes de humanizar a escala dos espaços. Tal conseguiu-se observando os anos 80 da construção inicial, mantendo o desenho original das sancas de gesso e introduzindo uma forte superfície cerâmica estampada na área da cozinha", refere a memória descritiva. 
"Este pequeno apartamento oferece agora um uso relaxante, com a praia no seu seio, e está apto para mais 30 anos de utilização animada e simples", conclui Tiago do Vale. 
FICHA TÉCNICA
ARQUITECTURA - Tiago do Vale Arquitectos 
EQUIPA DE PROJECTO - Tiago do Vale, María Cainzos Osinde, Hugo Quintela, Louane Papin
ANO - 2016
LOCALIZAÇÃO - Caminha, Portugal
CONSTRUÇÃO - Casas do Lima ®, Limiavez L.da
ANO DE CONSTRUÇÃO - 2016
ÁREA DE CONSTRUÇÃO - 40 m2
FOTOGRAFIA - João Morgado

Construído nos anos 80 do século passado e reflectindo tanto nas suas infraestruturas como na sua organização o peso da passagem do tempo, este apartamento necessitava já de um número de intervenções importantes. A estratégia adoptada pela equipa do Tiago do Vale Arquitectos para esta reabilitação passou por tirar o máximo partido das potencialidades da construção, trazendo a experiência de a ocupar para padrões mais contemporâneos.

"Apenas 40 m2 de superfície, uma escolha de materiais menos criteriosa, 30 anos de uso intenso e uma compartimentação pouco qualificada - mas própria do seu tempo - resultaram num pequeno apartamento junto ao mar que não era especialmente convidativo", lê-se na memória descritiva.

O arquitecto revela que o requisito do cliente era fazer uma actualização funcional e infraestrutural da construção a baixo custo, mas mantendo a sua organização original (com um quarto independente). "O ponto de partida da intervenção foi o de maximizar a percepção da luz e do espaço no apartamento, recorrendo a uma abordagem mínima e à repetição da cor branca", explica.

No entanto, a peça central do projecto é um volume azul que resolve simultaneamente as portas do apartamento e o desenho da cozinha, num gesto integral que traz cor e, sobretudo, uma expressão lúdica a todo o apartamento. Com cabides integrados para os acessórios de praia, este painel cerúleo traz o verão para o interior da habitação.

"Metade da parede entre o espaço de dormir e a sala foi transformada num grande painel de correr, mantendo em simultâneo a localização da porta original do quarto. Esta solução permite tanto uma experiência de open space -que serve particularmente bem a área diminuta do apartamento- como uma experiência mais convencional, de acordo com a discrição do cliente.

Embora com detalhes claramente contemporâneos, houve uma vontade de manter superfícies texturadas e pormenores capazes de humanizar a escala dos espaços. Tal conseguiu-se observando os anos 80 da construção inicial, mantendo o desenho original das sancas de gesso e introduzindo uma forte superfície cerâmica estampada na área da cozinha", refere a memória descritiva. 

"Este pequeno apartamento oferece agora um uso relaxante, com a praia no seu seio, e está apto para mais 30 anos de utilização animada e simples", conclui Tiago do Vale. 

FICHA TÉCNICA

ARQUITECTURA - Tiago do Vale Arquitectos 

EQUIPA DE PROJECTO - Tiago do Vale, María Cainzos Osinde, Hugo Quintela, Louane Papin

ANO - 2016

LOCALIZAÇÃO - Caminha, Portugal

CONSTRUÇÃO - Casas do Lima ®, Limiavez L.da

ANO DE CONSTRUÇÃO - 2016

ÁREA DE CONSTRUÇÃO - 40 m2

FOTOGRAFIA - João Morgado